Poema Cigarras do Apocalipse, de Marcelo Moreira

CIGARRAS DO APOCALIPSE

 

I

Reino de trapaças

Vastos pastos são besouros

Gafanhotos vibram seitas

E os grilos colhem pragas

Rituais de ouro e prata

Chave mestra da magia

Sacrifícios, alquimia

Energia condensada

 

II

Mestres e servos

Vampiros e zumbis

Desertos do medo espalham moribundos

Bosques da paz são de rosas e jasmins

Nichos selvagens seduzem os intrusos

 

III

Labirintos vigiados

Florestas são férteis com revelações

Larvas e vermes levam aos pomares

Mensagens regadas com revoluções

 

IV

As 7 Trombetas dos 7 casulos

Combatem as pestes e os frutos maduros

Seres ocultos plantam as sementes   

Controlam as mentes e criam prisões

 

V

Taças e selos

Cavalos e sangue

Agenda da sorte em jogos de azar

Líderes governam formando colônias

Vozes do céu

Comandos do mar

 

VI

Buracos de minhoca

No tempo-espaço  

O véu e os deuses

Triunfos do rei

A marca da besta

Presságio da morte

Serpente do caos

Dragões da lei

 

VII

Nos campos do ego

A dualidade

Conflito e medo

Complexo réptil

Denios das trevas

Da escuridão

Enganam libélulas com camaleões

 

VIII

Raios, trovões

Frequências violeta

Confrontos de fluidos

Efeito borboleta

 

IX

Unidas

Formigas emanam poesias

Óperas raras tocam as melodias

Abelhas de luz

Madrugada zangão

X

Baratas tontas em teias de aranhas

Embalam nuances e ondas

Viuvinhas, sinfonias

Rainhas seduzem vaga lumes

Os cantos das cigarras não foram em vão

 

XI

Zumbidos da corte são moscas e mosquitos

Armadilhas das vespas da destruição

A era de aquário confunde os peixes

Mudanças ativam a nova visão

 

XII

Seguindo o infinito no templo humano

Progresso interno regados de encanto

Servindo ao pecado ou a criação?

É livre o arbítrio ou a ordem é prisão?

 

XIII

Lacaios do Abismo trazem as dores

Submissão

Miragens da mente

A alma insana e o corpo dolente

Não há salvação sem a vivência no amor

 

XIV

A fonte da vida é feita de flores da infância

Caminhos da prece

Coração de criança

A seiva interna de luz divina

Jardins da verdade

Colheita esperança.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s